Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Consulta a Entidades > Entidades Custodiadoras no Estado do Rio de Janeiro > Instituto Municipal de Assistência a Saúde Nise da Silveira
Início do conteúdo da página

CODEARQ:

BR RJIMASNS

Nome da Instituição:

Instituto Municipal de Assistência a Saúde Nise da Silveira

Endereço:

Rua Ramiro Magalhaes, 521 - Engenho de Dentro

Cidade:

Rio de Janeiro

Estado:

RJ

CEP:

20.730-460

Telefone:

(21) 3111-7434

E-mail:

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Ano de Criação:

2000

Vinculação Administrativa:

Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

Missão Institucional:

O Instituto Municipal de Assistencia à Saúde Nise da Silveira (IMASNS), unidade da Secretaria Municipal de Saúde, é uma instituição de saúde mental com forte herança histórica no tratamento da loucura. Um dos exemplos mais conhecidos é o trabalho desenvolvido pela Dra. Nise da Silveira, a partir da década de 1940. Hoje homenageada no nome da instituição, a “psiquiatra rebelde”, não aceitou os tratamentos agressivos de sua época – reclusão, eletrochoques, lobotomias. Nise abriu caminho para que outros personagens, também importantes, fizessem do Instituto um importante polo disseminador das ideias que consolidaram o Movimento da Luta Antimanicomial. A partir da municipalização, no ano 2000, seguindo as diretrizes da Política Nacional de Saúde Mental, o IMASNS iniciou a desconstrução do seu aparato manicomial. Tendo como base as ações de desinstitucionalização, o Instituto promoveu a saída de vários serviços assistenciais para o território (Emergência Psiquiátrica e Centros de Atenção Psicossocial), assim como estimulou a ocupação do espaço da unidade com projetos culturais, sociais e de geração de renda que ampliam os limites da assistência e envolvem usuários, técnicos e comunida-de. Atualmente, o IMASNS potencializa o projeto de desconstrução das práticas psiquiátricas tradicionais, através do redirecionamento da demanda assistencial hospitalar para estruturas de cuidado em saúde mental de base comunitária. Dentro deste cenário, o Centro de Documentação e Memória do IMASNS possui um papel de extrema relevância neste projeto institucional, onde fomenta ações de formação e pesquisa em saúde mental. Ao mesmo tempo, possui a missão de preservar a memória e, assim, ocupar os antigos espaços hospitalares com ações outras, que pensam, resignificam e transformam a relação da sociedade com a loucura.

Caracterização do acervo:

A instituição possui um acervo permanente muito amplo e subdividido em dois setores: O Centro de Documentação e Memória é onde está localizado o Arquivo Permanente da instituição, responsável pelo acervo oriundo do extinto Hospício de Pedro II/Hospício Nacional de Alienados, criado em 1841 e transferido para o espaço atual na década de 1940 junto com os pacientes do mesmo hospício, da Colônia de Mulheres Alienadas do Engenho de Dentro, do Centro Psiquiátrico Nacional e do Centro Psiquiátrico Pedro II, instituições que antecederam a criação do Instituto Municipal Nise da Silveira (2000). Este acervo inclui a documentação clínica (especialmente os dossiês de internação dos citados pacientes) até 1949 e a documentação administrativa (livros da administração das referidas instituições e documentos diversos relacionados aos pacientes e aos gestores), produzidos até o processo de municipalização que criou o IMASNS. O Arquivo Médico da instituição é responsável pela guarda da documentação clínica (prontuários médicos), desde 1949 até os dias atuais.

Condições de acesso aos documentos:

A consulta ao acervo é feita por agendamento prévio.

Dia e horário de atendimento:

De segunda a sexta-feira, das 9h00 às 16h00.

Fim do conteúdo da página