Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > UNESCO inclui 3 acervos do Brasil em projeto global de conservação
Início do conteúdo da página

UNESCO inclui 3 acervos do Brasil em projeto global de conservação

Publicado: Terça, 28 de Novembro de 2017, 15h42 | Última atualização em Terça, 28 de Novembro de 2017, 15h56

Três acervos do Brasil foram aprovados para fazer parte do registro internacional do programa Memória do Mundo da UNESCO. São eles: o Arquivo Pessoal de Nise da Silveira, a Coleção ‘Educador Paulo Freire’ e ‘Antonio Carlos Gomes: compositor de dois mundos’. Projeto de conservação e divulgação já conta com 427 coleções e documentos de todos os continentes.

Aquarela para cenário da ópera O Guarani, de Antonio Carlos Gomes. Imagem: Teatro alla Scala/Carlo Ferrario

“Todas as submissões brasileiras foram aceitas. Isso deve ser um motivo de orgulho para o país. Agora, o Brasil tem dez acervos inscritos no registro internacional”, comemora Adauto Soares, coordenador do setor de Comunicação e Informação da UNESCO no Brasil. Entre os documentos brasileiros previamente inscritos no cadastro mundial, estão a Rede de Informação e Contrainformação do Regime Militar no Brasil e o Arquivo arquitetônico de Oscar Niemeyer.

A iniciativa Memória do Mundo se divide em três níveis — global, regional e nacional. Atualmente, o registro internacional conta com 427 documentos e coleções de todos os continentes.

A inclusão no projeto dos três acervos brasileiros foi decidida ao final de outubro, durante encontrou que reuniu em Paris, na sede da agência da ONU, os integrantes do comitê consultivo responsável pelo projeto Memória do Mundo. Outras 75 coleções de diferentes países foram incluídas no programa.

Para maiores informações, acesse: OnuBR

registrado em:
Fim do conteúdo da página